ENGLISH

SAGRADO CÍRCULO DE THELEMA - SCT

Ordem estritamente de acordo com o AEON de HORUS. Fundada em 1982.

ONIRACIOCONSUPRA

A Palavra Mágica da Nova Era

DVSlY9apgFs

PARA PENETRAR NA CORRENTE 156 é preciso concentrar-se nos símbolos abaixo e entoar a palavra mágica, como está no vídeo.

 

 

CORRENTE 156

 

Instaurada em 1983, pelo SAGRADO CÍRCULO DE THELEMA - SCT

 

O LIBER LEGIS, recebido pelo Mestre Therion em 1904, no Egito, promulgou a Lei de Thelema, instaurando-se, com o trabalho a partir daí desenvolvido, a CORRENTE 93 (93= valor numérico de Thelema).  Todavia, decorridos 79 anos do recebimento do Liber Legis, a Divindade novamente se manifestou, desta vez através do MESTRE GENELOHIM, que, no  período de 30/7 a 14/8 de 1983, canalizou, em Niterói, estado do Rio de Janeiro, Brasil, diretamente de HORUS, o NEO LIBER LEGIS, que deu continuidade ao trabalho thelemico, introduzindo, contudo, alterações e inovações na filosofia libertária da Nova Era.

Dentre as mudanças anunciadas pelo NEO LIBER LEGIS, avulta uma, que se refere à tônica então estabelecida. Em seu item 83, Horus declara que o número é 156, e que a palavra é ONIRACIOCONSUPRA.

Estava lançada, portanto, pela própria Divindade, a CORRENTE 156, cuja palavra mágica é ONIRACIOCONSUPRA.

Cumpre assinalar que THELEMA não foi derrogada, mas reafirmada, porém os tempos atuais exigem algo novo, que então foi dado, no recesso do SAGRADO CÍRCULO DE THELEMA.

 

Análise de item do NLL referente à corrente 156

 

83. NÃO EXISTE MAIS O DUPLO, POIS O DUPLO É d O UM E O UM É NADA, POIS O NADA NÃO É O QUE É O SER DO TUDO, CUJO NÚMERO É 156. TUDO É A RAZÃO ONIRACIOCONSUPRA.

 

   Geralmente, quando se pensa no Universo, pensa-se apenas nas estrelas, planetas e no vácuo cósmico, nada mais.

   Eternamente esquecidos estão os homens ao se projetarem do Universo que é cada um. E ainda assim se limitam ao corpo humano, suas manifestações psico-orgânicas e emocionais. "Cada ser é um universo" e não se aprofundam, ficando nas periferias científicas e concretas existenciais.

   É preciso entender que existe um Universo Transcendental que supera a velocidade até do pensamento de cada um. O Universo em si, composto de etapas, é dividido, para melhor compreensão humana, em 12 dimensões, que poderão ser estudadas através da SPIRA LEGIS (VOX VERBIS).

   O Universo é O TODO INALIENÁVEL, IMUTÁVEL, segundo o Livro da Lei: "Eu sou todo prazer e toda Glória, dou a embriaguês aos mais ricos e ocultos sentidos". (LL 1.61).

   Esse é o Universo onde a síntese é o Essencial de cada homem, que é a Razão ONIRACIOCONSUPRA.

   A letra Delta d  (Daleth do alfabeto hebraico), cujo valor numérico é 4, remete à senda 14 da Árvore da Vida. Nesse caminho  "encontramos a união do princípio fecundante masculino e o princípio receptivo feminino primordiais, que resultam na manifestação do Universo". (Mistérios Revelados da Cabala, pág. 145).

   Aqui, em "Chokmah e Binah, encontram-se as origens de toda força vital em seus aspectos creadores. Tudo, no Universo manifestado, está alicerçado sobre o princípio da estimulação da potencialidade inerte pelo princípio dinâmico; é o princípio feminino fecundado pelo masculino, cuja energia é derivada da fonte de toda a força, Kether. É o princípio arquetípico da sexualidade, que deve ser compreendido e não desvirtuado com os tabus vitorianos que resultaram em tão nefandas taras e aberrações." (idem, obra citada).

   Sendo a união dos princípios masculino e feminino, o DUPLO, por conseguinte, embora contenha dois, se apresenta como UM, e, mesmo enriquecido em relação a cada um dos princípios, tomados isoladamente, ainda não se reveste da qualidade do TUDO, pois "o UM é NADA", totalmente diferente do Ser do TUDO. Este, na verdade, possui qualidades que o outro não contém, como a de ser O NÓ QUE LIGA O SER E O NÃO SER.

O NADA, (153) ou UM, a que chegamos ao decifrar o significado secreto do item 90 deste NLL, embora contenha em si alguns elementos do TUDO, (156), como a UNIDADE E O SOPRO QUE A TUDO ANIMA E VIVIFICA, dele se diferencia justamente por não conter a qualidade de se constituir em o NÓ QUE LIGA O SER E O NÃO SER, mas, ao invés, reveste-se da INCESSANTE CAPACIDADE DE EXPANSÃO E CRESCIMENTO, constituindo-se em um constante vir-a-ser.

Concluímos então que o TUDO e o NADA referidos em o NLL revestem-se de qualidades positivas que às vezes escapam à análise.

   Detenhamo-nos no exame das diferenças entre os dois conceitos.

O TUDO, cujo número (segundo a Cabala, de acordo com revelação do NLL) é 156 (Aleph/He/Vau), reveste-se da qualidade de SER O NÓ QUE LIGA O SER E O NÃO-SER, diferenciando-se assim de seu "oposto". Assim mesmo, entre aspas, pois mais tarde veremos como tudo isso se interliga formando UM TODO ainda mais abrangente, que é o TODO UNITÁRIO ONIABARCANTE.

Ora, constituir-se na LIGAÇÃO ENTRE O SER E O NÃO-SER, contendo, portanto, algo de ambos, é a principal característica do TUDO. Nada que possa ser compreendido pela mente humana  escapa ao conceito. Tal não acontece, contudo, quando se transcende a razão, colocando-se acima das polaridades. Nesse ponto necessita-se de novos conceitos capazes de conter o significado de realidades insuspeitadas pelas  mentes condicionadas dos "...filósofos medíocres e perguntadores...".

A análise cabalística do número 156 remete ao Caminho 12, que, entre outras coisas, diz: “O verdadeiro sentido deste Caminho é dado pelo seu nome – Inteligência Transparente – É o estado de bem-aventurança, gozo da alma absorvida na contemplação espiritual, em que lhe é revelado o que é real e irreal, em sua última e única Verdade. É um estado de consciência que difere totalmente daquilo que se entende de mediunidade, clarividência, clariaudiência, até mesmo intuição. É um poder que participa da qualidade da oniciência, harmonização com a consciência total e uma do Universo: A Super-Consciência, privilégio dos grandes Mestres de Sabedoria. É a consciência do Iluminado que está livre das aparências do mundo fenomenal. Não se trata de renúncia, nem de sacrifício, pois nada mais possuindo, é ele Senhor de todas as coisas, que se submetem prazerosamente ao seu comando. Todo aquele que penetrou na câmara dos supernos, realizou o que se denomina Consciência Cósmica, a imersão no Uno Absoluto. Libertou-se da limitadora força da forma, penetrou o véu da ilusão, e vê agora as coisas em sua verdadeira luz. Este estado de consciência não se deixa mais limitar pelo corpo, é exterior a ele. “ (Mistérios Revelados da Cabala, 151-152).

Quanto à palavra ONIRACIOCONSUPRA, diz a Cabala: “O 16o Caminho (Chesed-Chokmah) é a Inteligência Triunfal ou Eterna, porque é o prazer da Glória, além da qual não há outra Glória semelhante a ela, é também chamado o Paraíso preparado para o Justo”.

“A iniciação de Chesed implica em obediência, não a mera falta de iniciativa. O iniciado mesmo será a personificação da Lei; a Vontade do Pai é a Vontade do iniciado, que neste nível está em uníssono com a Lei e Vontade Divina. Em Chesed estão formulados os arquétipos espirituais em suas mais puras essências,e, com estas imagens é que a Individualidade já se confrontou e percebeu seu próprio destino e sua individual linha evolutiva.

Chesed é o nível dos Mestres, que já findaram sua evolução, estando quites com seu carma pessoal, e podem decidir continuar rumo aos planos divinos ou permanecer para auxiliar o resto da humanidade que ainda se debate no inferno de suas próprias criações mentais e emocionais.

Neste 16O Caminho, o Mago vai se defrontar com as puras emanações dos Supernos. Chokmah é considerado como um dinâmico receptáculo e transmissor das energias divinas; por isso mesmo,  este Caminho é denominado Triunfal ou da Inteligência Eterna. Chokmah é o Grande Estimulador, pois estimula e provoca a evolução. O Mestre se conscientiza desta energia pura, não limitada pela forma nem imagens; liberta-se de todas as limitações e se vê revestido com sua Túnica Gloriosa Interior (símbolo de Chokmah). Esta pura energia cósmica é tão tremenda que nela se fundirá e se desagregará. Esta experiência está citada em Êxodo. 33,20 quando Moisés roga a Deus que lhe mostre Sua Glória”... porquanto homem nenhum verá a Minha Face e viverá”

O título do V Arcano do Tarot, Mago do Eterno, é conferido ao Mestre neste Caminho que se torna intermediário entre o Logos e os planos inferiores. É ele que mostra aos aspirantes a iniciação de Chesed, o signo de suas mônadas, seus raios de entrada na evolução. É o arauto do Eterno.” (idem, 139-141).

                                                                                                                                   

 


Liberdade Consciente...

Amor Transcendente

Beleza Divinizada...

e Consciência Plena

para todos os Seres!

Excelsior!

Copyright © 2007-2009-2010-2015           Sagrado Círculo de Thelema         Direitos reservados