CEPEC

Centro de Estudos e Pesquisas Euclides da Cunha

DEFENDENDO A ECOLOGIA DESDE 1959

Criado em 1959, com a finalidade de estudar a natureza e a sociedade, o CEPEC descobriu e divulgou grutas calcárias, tornando-as protegidas. Ainda elaborou projetos turísticos, históricos e educacionais, enfocando, além das grutas, pré-história, mineração e fazendas.  Conheça mais sobre a Instituição.

LUTA CONSTANTE PELA ECOLOGIA E PRESERVAÇÃO

        CRIADO em 1959 pelo jornalista Sebastião A.B. de Carvalho, o Centro de Estudos e Pesquisas Euclides da Cunha (CEPEC), integrado por jovens estudantes, tinha como objetivo estudar tudo que se referisse a Cantagalo. Foi assim que, em decorrência de pesquisas de seu fundador e exaustivas buscas feitas por ele e auxiliares, foi redescoberta a Gruta da Pedra Santa, divulgada primeiramente em artigo ilustrado, de sua autoria, no Anuário Geográfico do Estado do Rio (IBGE), em 1961.

        A partir daí, o grupo do CEPEC se dedicou ao estudo da caverna e à luta para torná-la conhecida e reconhecida, logrando incluí-la como atração turística oficial do município de Cantagalo.

        Embora vários prefeitos tenham prometido melhorar o acesso ao local e trabalhá-lo para exploração turística, nenhuma das promessas foram cumpridas e, hoje, conquanto tenha sido declarada monumento municipal, permanece sem condições de uso. Para piorar a situação, a Companhia Mauá, proprietária das terras, resolveu cercá-la, proibindo o acesso aos pesquisadores independentes!

        Felizmente, além da Pedra Santa, existe a Novo Tempo, muito maior do que a outra, descoberta em 3 de agosto de 1991 pelo presidente do CEPEC, e sua vice-presidente, Rosa Maria Werneck Rossi de Carvalho. Na ocasião, a gruta, que não tinha denominação, foi por eles nomeada, fotografada e mapeada. 

        Essa não pertence a nenhuma companhia exploradora de recursos naturais e, portanto, não sofre as ameaças inerentes às demais. Mas é preciso que se cuide desse patrimônio o quanto antes. Nunca se sabe o que pode acontecer!...

        Pesquisas em grutas e fazendas apontam roteiros turísticos ideais, num município rico e diversificado, mas que precisa ser adequadamente trabalhado.

        Com um acervo precioso, fruto de estudos e pesquisas realizadas no decorrer dos anos, o Centro de Estudos e Pesquisas Euclides da Cunha, criado em 1959 e oficializado em 1991, está preparado para contribuir de modo efetivo e eficiente, na arrancada desenvolvimentista do setor de turismo, sempre defendida pelo jornal CANTAGALLO NOVO, que conseguiu a inclusão da Gruta da Pedra Santa no rol das atrações turísticas do município.

        Um grupo de empresários cantagalenses interessados em turismo, já se beneficiou com um trabalho destinado a marketing, enfatizando grutas calcárias e fazendas imperiais, e ainda com um mapa que contém, localizadas, cerca de 50 fazendas, uma cachoeira e duas grutas, com fotos em cores colhidas pelo CEPEC no município, e que esteve exposto no "hall" do hotel mais central da cidade. O Roteiro Turístico das Fazendas de Cantagalo, que na verdade deve se decompor em vários, tão desejado por alguns proprietários de hotéis, e organizado pelo CEPEC, pode ser o ponto de partida para o incremento da atividade no município.  Mas é preciso ainda trabalhar com os fazendeiros e o poder público para viabilizar sua utilização.

Maravilhosas potencialidades  inexplicavelmente inaproveitadas!...

O CEPEC tem oferecido aos poderes públicos municipais, vários projetos, dentre eles, o Álbum das Fazendas Cantagalenses e o Museu Histórico e Paleontológico -- ideias originais, com material inédito capaz de elevar sobremodo o nível cultural do município, e incentivar o turismo de qualidade.

O Álbum das Fazendas Cantagalenses está pronto para ser impresso. Contém as histórias de várias fazendas, com fotos coloridas e dados econômicos e sociais, além de mapas ilustrativos.

O Projeto do Museu Histórico e Paleontológico engloba tudo o que o município possui, desde tempos geológicos imemoriais, passando pela pré-história, o desbravamento das terras pelos garimpeiros chefiados pelo lendário Mão de Luva, e os fazendeiros pioneiros, plantadores de café e criadores de gado -- até chegar à atual era do cimento.

        © Copyright 2012/2013/2014  - CENTRO DE ESTUDOS E PESQUISAS EUCLIDES DA CUNHA - Direitos Reservados.


                            HOMEPAGE